Dia 15 de março tem mais DMA na apresentação do MusicAção

DMA mais uma vez no MusicAção na Pista

DMA mais uma vez no MusicAção na Pista

O rapper DMA estará mais uma vez apresentando o evento MusicAção na Pista, que acontece semanalmente alternando entre a Praça de Skate de Nova Iguaçu e a Pista de Skate da Via Light. Continuar lendo

Anúncios

DMA: O Mestre de Cerimonias do MusicAção na Pista

Dudu de Morro Agudo

Dudu de Morro Agudo

A convite do meu mano, skatista, rapper e DJ DMT, serei o novo mestre de cerimônias e curador do evento MusicAção, que acontece semanalmente nas pistas de Skate de Nova Iguaçu.

Continuar lendo

Como foi o show do DMA na #UFFRJ?? Só rindo… pra não chorar.

DMA rimando (ou reclamando?)

Como nem só de elogios vive o ser humano, volto aos posts para reclamar os meus direitos de MC.
Acredito que antes de convidar um artista para se apresentar, o contratante – ou parceiro, como foi o caso – deveria se preocupar com a estrutura mínima exigida, para valorizar do mesmo.

Continuar lendo

Lançamento do “Enraizados: os híbridos glocais” na UFFRJ

DMA palestrando na UFFRJ

Alegria minha gente, estamos entrando nas Universidades por todos os lados.
Fui feliz com um convite feito pelo “Programa de Educação Tutorial – PET Conexão Baixada” da Universidade Federal Rural, para eu fazer o lançamento do meu livro no Campus de Nova Iguaçu durante a comemoração da primeira Semana da Baixada Fluminense.

Continuar lendo

Uma pequena mostra do que vai ser o Festival da Baixada

DMA, Diego, Refem, Bala e Will

DMA, Diego, Refem, Bala e Will

Sonho que se sonha só. É só um sonho que se sonha só. Mas sonho que se sonha junto é realidade.
(Raul Seixas)

Que eu sou fã de Raul Seixas não é mais novidade para ninguém, e todos sabem que é por isso que costumo iniciar meus textos com trechos das músicas do cara.

Mas esse trecho resume bem o que é o VIII ENCONTRÃO, um sonho que se sonha junto.
No começo do projeto, quando ainda estava escrevendo, juntei um monte de idéias e algumas atividades que já haviam dado certo em outras edições do evento.

Refleti a respeito de alguns conselhos que alguns amigos mais experientes – Cléia (Fase) e Luiz Eduardo Soares – já haviam me dado e resolvi colocar em prática junto com alguns conceitos que eu e o Dumontt – achamos que – criamos.

Muitas parcerias foram acontecendo para que o VIII ENCONTRÃO pudesse ter o tamanho que já tem: Jah Bless, Suburbano Convicto, La Casa Loca, Dante, Brasas English Course, Na Mira Produções, Arte Efeito, TV Nova Baixada, Tá Ligado (MAD e Taffarel), Conexões Urbanas (Afroreggae) e Para Todos (Big Richard), porém muitos outros estão prestes a acontecer.

Também existem pessoas que estão caindo pra dentro, fazendo com que diferentes gerações se encontrem, pessoas que acreditam num hip hop que eu acredito, um hip hop de alegria, paz, inteligência e renovação.

Pessoas como a Refem, o Dante, Léo da XIII, Átomo, Lisa, Diego, Bala e Will conseguiram me fazer enchergar a dimensão do VIII ENCONTRÃO com a eliminatória de B. Boys – que escolheria os 16 finalistas que disputarão em janeiro – onde eles entenderam que mais do que ser selecionado era poder conhecer uns aos outros e trocar experiências.

Galera que participou da Eliminatória de B. Boys do VIII ENCONTRÃO

Galera que participou da Eliminatória de B. Boys do VIII ENCONTRÃO

Para saber mais sobre o VIII ENCONTRÃO – O maior festival de hip hop da Baixada, acesse o blog do Festival http://www.encontrao.enraizados.com.br

Assistir filme no TOP SHOPPING é uma merda!!!

Cinema no Top Shopping

Entá cada vez mais complicado ter um momento de lazer...

Para os amigos e as amigas que sentiram falta dos meus textos um tanto quanto picantes, quando se diz respeito a qualidade de vida e exigibilidade dos direitos do cidadão, estou de volta botando pra fud… pra cima do TOP SHOPPING e do grupo SEVERIANO RIBEIRO.

Quando você reserva uma parte do seu dia para ir ao cinema, certamente você deseja assistir um filme, em silêncio e com um pouco de conforto, pois caso contrário seria mais óbvio comprar um cópia pirata no camelô mais próximo de sua casa, ou até mesmo, baixar no LimeWare, pois já está disponível há algum tempo.

Cartaz do Filme 2012Ontem, dia 27 de novembro de 2009, o dia estava quente além do normal carioca, então recebi o convite da minha namorada para assistir ao filme 2012, depois de uma tentativa frustradora no Shopping Grande Rio.

Entramos na internet e vimos o horário das seções, saímos de casa em um horário que daria para chegar ao cinema para assistir a próxima sessão, que seria às 17:10h, se não houvesse um terrível engarrafamento na dutra, então depois de cortar caminho dezenas de vezes chegamos 10 minutos atrasados e tivemos que aguardar a sessão de 20:20h.

Até aí tudo bem, mas confesso que já estava puto por ter que ficar mais de 3 horas dentro do shopping sem ter muito o que fazer.

Mas a hora passou e entramos no cinema.

Nunca tive condições de ir a um cinema quando era criança, mas lembro de ouvir comentários de existirem lanterninhas, isto é, pessoas que “estabeleciam” a ordem durante a exibição do filme. Esse cara fez falta, pois existia um grupo de aproximadamente 10 adolescentes que aterrorizaram durante toda a exibição do filme. Creio que eles não gostaram do filme e provavelmente não queria que nós gostássemos também, então tocaram o terror, mas meus R$30 não tem nada haver com isso, logo por várias vezes tive vontade de descer a porrada nessa molecada, mas minha namorada conseguiu me conter todas as vezes. E eu não era o único, tinha uma galera que estava muito aborrecida no cinema.

Outra questão muito importante de se comentar foi que mais de 10 aparelhos de celular tocaram durante a exibição do filme, e os mal-educados e mal educadas -não posso esquecer a questão de gênero nessa hora- atendiam os telefones e ficavam conversando como se estivessem em casa ou do lado de fora do cinema.  Que falta os lanterninhas fizeram novamente.

Se isso não bastasse, o calor no cinema estava INFERNAL, lembro que houve uma hora que um dos adolescentes gritou: -Liga o ar-condicionado seu corno!!!

Confesso que foi a única vez que concordei com os pequenos terroristas!!!

Então, deixo aqui registrada a minha insatisfação com o TOP SHOPPING e com o GRUPO SEVERIANO RIBEIRO!!!

Tragam de volta os lanterninhas e liguem o ar-condicionado.

Politicagem… a arte dos interesses mesquinhos.

Estamos pagando com o nosso sangue pelo erro dos outros...

Estamos pagando com o nosso sangue pelo erro dos outros...

Olá amigas e amigos leitores das poucas linhas que escrevo -quase que diariamente- nesse blog, trazendo a tona assuntos que não são novidades, mas como ninguém fala a respeito, eu  boto a cara pra bater.

Então vamos lá!!!

Hoje vou falar de política, ou pior, politicagem.

Mas primeiro precisamos entender o que é cada uma delas.

Segundo o minidicionário contemporâneo da lingua portuguesa Caldas Aulete – que sempre me acompanha nos momentos mais difíceis – a palavra POLÍTICA significa a arte e ciência da organização e administração de um Estado, uma sociedade, uma instituição, etc.

Já a palavra POLITICAGEM, segundo meu companheiro de tempos difícieis, significa a política usada para atender interesses particulares ou mesquinhos.

Então já está explicado, a gente não conhece a política, somente a politicagem nos foi apresentada em todos esses anos. Se é que podemos dizer que algum dia alguém já fez política nesse país.

Na politicagem o que vale é o jogo de interesses – quase sempre individuais e particulares – onde envolve muito dinheiro, terra e… PODER (A ordem pode variar).

Estive ouvindo o deputado Ciro Gomes – pessoa pela qual tenho muito respeito e adminiração e sigo no Twitter – dizer que a solução para o país é tirar essa velharia da política e entrar com a juventude para renovar esse quadro lastimável que vemos hoje em dia.

Concordo com ele em parte, porque o que vejo em Nova Iguaçu, por exemplo,  são os jovens – com um grande potencial mobilizador – entrando para a política com a prática da politicagem, já começaram jogando  sujo, do jeito que aprenderam com seus “mentores”.

Esses crescem sem valores, só enxergam o PODER, isto é dinheiro, terras… Não interessa se são de esquerda ou direita, querem poder. Por causa da politicagem que a gente chegou no fundo do poço, onde pessoas inocentes morrem, os que deveriam nos defender são os que nos oprimem – e nos matam –, politiqueiros distribuem cargos para se manterem no poder, fazem acordo com Deus e com o diabo e no final quem paga com o sangue é o povo.

Quantos mais teremos que perder?